g2h

level

domingo, 19 de setembro de 2010

Seis formas diferentes de amar

Psicólogos sociais defendem em seis o estilo de amar do ser humano.O romântico, O possessivo, O cooperativo, O pragmático, O pragmático, O altruísta. Segue abaixo característica definidas pelos especialistas.



Depende de vários factores, personalidade, cultura e educação, geralmente os indivíduos combinam dois ou três estilos, embora um tenda a predominar.
A esta conclusão já tinha chegado um estudo em 1970, mas a premissa ainda é válida, garante Nelson Lima, coordenador nacional do Instituto de Inteligência.

Hoje em dia ensina-se mais sobre as relações sexuais do que sobre as relações amorosas. Os jovens sabem muito mais sobre sexo do que sobre amor. E isto influencia o seu comportamento no mundo. É de prever que no futuro os divórcios tendam a aumentar e a própria instituição do casamento, tal como a conhecemos hoje, desapareça", considera o investigador relatado pela Lusa.

A forma de amar tem-se modificado ao longo dos tempos. Hoje - mais ligado ao racional - "já não provoca escravidão como antes da época do Romantismo", altura em que era sinónimo de paixão refere Nelson Lima.

Actualmente, o sofrimento é mais limitado e um amor que não seja para toda a vida deixou de ser um drama para a maioria das pessoas, sendo uma tradução prática o aumento dos divórcios.

Por outro lado, os divórcios deixam os filhos menos preparados para relacionamentos duradouros, acrescentam os especialistas.

Mas o estilo de amar de cada um será também, em parte, influenciado pela forma como o outro actua dentro da relação, conclui o investigador.


Seis amores:

O romântico
O estilo romântico aparece na adolescência e envolve paixão, unidade, atracção sexual, e ainda provoca casos de perdição. Em caso de fracasso ainda pode levar ao suicídio.

O possessivo
Quanto ao estilo possessivo, os psicólogos referem ser um amor determinado pelo ciúme e que provoca emoções extremas e comportamentos obsessivo-compulsivos, exigindo do outro constante atenção. Em momentos de crise prejudica a vida familiar e profissional.

O cooperativo
O estilo cooperativo nasce geralmente de amizade anterior e antiga e é alimentado por hábitos e interesses comuns.

O pragmático
Já o estilo pragmático é característico das "pessoas práticas, disciplinadas e disciplinadoras, com uma educação, por vezes, austera" que podem minimizar ou reprimir o sentimento, não sendo dadas a manifestações expressivas de carinho.

O lúdico
O estilo lúdico assenta na conquista e na busca de emoções passageiras e é muito frequente em jovens adultos, em especial homens.

O altruísta
Por fim, o estilo altruísta é seguido por pessoas dispostas a anular-se perante o outro, tendendo a "isolar-se num mundo onde, na sua imaginação, só cabem os dois ainda que o outro pense e atue exatamente ao contrário".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge